EDUCAÇÃO INCLUSIVA: O DIREITO

“As leis fazem muito pelas pessoas especiais, mas faltam algumas coisas como: mais escolas adaptadas. nas ruas as rampas são distantes umas das outras e as calçadas são poucas que estão em condições, sem falar dos orelhões e, as vezes demora para encontrar alguém para nos ajudar.

Eu vi em uma reportagem onde as crianças de uma escola saiam nas ruas representando os cadeirantes, cada qual com a uma cadeira de rodas. Elas sentiram os obstáculos que os cadeirantes enfrentam, ou seja, MUITAS dificuldades. Na minha opinião as leis devem fazer algo a mais para os cadeirantes.

Eu  me pergunto: será que esses homens da lei  tem pessoas especiais nas suas famílias?

SE EU PUDESSE FORMAR UMA EQUIPE DE PESSOAS ESPECIAIS PARA COMENTAR O QUE  FALTA FAZER PARA FACILITAR AINDA MAIS A VIDA DAS PESSOAS QUE UTILIZAM CADEIRAS DE RODAS… MAS UMA ANDORINHA SÓ NÃO FAZ VERÃO.

PRECISAMOS DE AJUDA PARA MOBILIZAR E SENSIBILIZAR O GOVERNO E MELHORAR A VIDA DE QUEM PERTENCE A SOCIEDADE E TEM OS SEUS DIREITOS!”

Depoimento do aluno Luiz Antônio Lucas

Vejam algumas fotos que registram as dificuldades encontradas pelos cadeirantes (Calçadas com desníveis, esburacadas e sem rampas, orelhões e caixas de correios mal adptados…):

fotos-170.jpg

fotos-169.jpg

fotos-164.jpg

Luís relatou que um exemplo de empresa que pensa nos alunos cadeirantes é a Universidade São Judas Tadeu que disponibiliza fácil acesso à todos os seus ambientes.

Governantes e responsáveis pela sociedade Brasileira vamos olhar e agir para essa comunidade interagir e viver normalmente sem dificuldades de acesso e locomoção!

Veja mais sobre o assunto clicando na imagem:

cadeirante1.png

Anúncios

2 Respostas so far »

  1. 1

    A principal arma a favor de uma pessoa desprivilegiada e quando alguém de poder se encontra numa situação semelhante a sua, tudo muda e as coisas ficam mais fáceis para todos. Hoje em dia a linha que separa deficiência e eficiência é muito tênue. Os presidios estão completamente sobrecarregados de pessoas que Deus todos orgãos, membros e sanidade mental e pessoas especiais(com dificuldade motora ou física) se destacam quando se incluiem a sociedade podendo acrescentar algo benéfico a todos.

  2. 2

    Valéria L Pereira said,

    Olá, boa noite.
    Meu nome é Valéria L Pereira, sou paulista, mas atualmente moro e trabalho em um município catarinense chamado Gaspar. Sou professora de história na escola de Educação Básica Honório Miranda.
    Procurei este blog, na esperança de encontrar alguma atividade específica de história (Antiguidade; Grécia e Roma) que eu pudesse aplicar a um aluno meu, Jonathan, do 1º ano do EM, que frequenta normalmente as aulas, mas que não consegue ir além do copismo, e isso me aflinge e inquieta muito. É a primeira vez que trabalho com uma limitação, e estou meio perdida e me sentindo até mesmo incompetente por não conseguir inserí-lo, ainda que minimamente, nos trabalhos que realizo junto aos demais educandos.
    Para piorar, alguns alunos da turma o excluem e até mesmo debocham dele, o que me deixa ainda mais chateada. Estou em busca de reverter esse quadro, e me entusiasmei com a referencia do filme (Meu nome é Rádio) que vc citou. Acho que aplicarei esse filme em sala, pois parece-me bastante apropriado. Se vc tiver alguma outra sugestão ou atividade que eu possa aplicar, gostaria imensamente que me mandasse, pois preciso ajudá-lo. A escola não dispõe do 2º professor para acompanhá-lo, e se o governo não se importa com seres tão especiais, nós da verdadeira educação, nos importamos.
    Desculpe o desabafo. Obrigada, abraço e sucesso em seus projetos.
    Valéria L Pereira
    lelalpe@terra.com.br


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: