Atividades Pedagógicas

Nesta página queremos registrar experiências vividas em sala de aula  e alguns fatos curiosos  ocorridos durantes as atividades com os alunos.  Conhecer o aluno e a maneira como ele aprende é fundamental para o êxito no processo de ensino e aprendizagem. Se você tiver algum  fato para contar, registre-o nesta página.

Fato I

Foi proposto a uma aluna a resolução da seguinte  situação problema:

Josué, sua esposa Anita e seus dois filhos, Maria Rita, de doze anos, e José de oito anos, viajaram da Bahia, para São Paulo. Cada  passagem custou cento e oitenta reais. Descubra quanto Josué gastou, sabendo que o filho menor não pagou a passagem. 

operação realizada pela aluna:

100 + 100 + 100 = 300

80 + 80 = 160 + 80 = 240.

 300 + 240 = 540

Embora não tenha percorrido os caminhos convencionais para resolver o problema, a aluna conseguiu chegar, ao seu modo,  ao resultado certo da questão.  È fundamental que o professor desenvolva o olhar sobre a maneira com que os alunos constroem seus conhecimentos para não serem injustos na hora da avaliação.

                                                     Ana Granado

Fato II

Estava eu, tranquilamente tomando meu café, no ponto de encontro da universidade,quando uma aluna, eufórica me chamou e apontou um cartaz de comunicado preso a parede dizendo:

_ Professora olha só: COMUNICADO. _ não é isso que está escrito aí, não é?

- È sim, respondi, contagiada pela alegria da aluna.

- Tá vendo professora! eu tô lendo!  até que enfim,Eu tô lendo!

Só quem tem paixão por ensinar, pode sentir a satisfação no outro que se descobre capaz de aprender!

                                                                               Ana Granado

Fato III

 Imprevistos sempre acontecem e o educador deve estar preparado para enfrentá-los.  Certo dia deparamos com um problema de espaço e salas diponíveis para nossos alunos. como não podiamos dispensa-los  nos dirigimos para o teatro e escolhemos um filme para exibir. Tratava-se da história de um homem com problemas mentais, que era discriminado pela sociedade e conseguiu superar muitas barreiras, e se tormar técnico de futebol.  O filme possibilitou grandes discussões em sala de aula,  sobre diversos temas significativos, como: preconceito racial, e contra deficientes, conduta ética, moral, respeito ao próximo, além de servir de  estímulo para aqueles que estavam desanimados.  Para nós professores ficou a lição de que com um pouco de criatividade, podemos transformar um imprevisto, em uma aula muito proveitosa.   Quem tiver curiosidade a respeito do filme: o título em português é: Meu nome é Rádio.

                                  Ana Granado 

 O teatro e a aprendizagem

No dia 23 de setembro, nossos alunos tiveram o privilégio de assistir a apresentação teatral realizada  pelos estudantes do curso de artes cênicas da Universidade São Judas Tadeu.   

A peça SAGARANA, adaptação do romance de João Guimarães Rosa, muito bem representada, agradou a maioria dos alunos. Muitos deles ficaram impressionados pelo fato de nunca terem ido ao teatro. Outros, comentaram que apesar de gostarem de teatro, não costumam ir regularmente, por acharem o ingresso caro.  Após o espetáculo, os atores abriram um espaço para perguntas e os alunos participaram ativamente saciando suas curiosidades.  Eles forneceram também algumas dicas de onde procurar espetáculos gratuitos ou ingressos acessíveis. 

Quando voltamos para a sala de aula e comentamos sobre a peça, os alunos demontraram muito interesse.  Aproveitando a situação convidei-os  a pesquisar sobre o significado da palavra Sagarana e para irem até a biblioteca conhecer o livro. Ainda  que não consigam ler fluentemente  alguns  alunos arriscaram-se a ler pequenos parágrafos.   Outros participaram oralmente, relembrando a história ou contando outras. Uma aluna  se emocionou ao relembrar sua infância e a convivência com seu pai que também gostava de contar casos. Enfim, o espetáculo acabou se transformando em uma grande e  interessante aula.

 Ana Granado

 

 

CEAM – Centro Educacional “Profª. Alzira Altenfelder Silva Mesquita” 

22 de novembro de 2007

 O que aprendi na escola durante o ano. 

Eu aprendi muitas coisas boas, sendo que em primeiro lugar foi conhecer uma sala de aula e respeitar os colegas.   Senti como é a vida das pessoas que vem da terra natal, como a família de João e Fátima. Que é uma historia real, que acontece com muitos brasileiros. Aprendi também um pouco sobre o aquecimento global e os cuidados que devemos tomar com os mosquitos da dengue.  

Se fui alfabetizada, agradeço a Deus, a esta escola abençoada e as professoras que tiveram muita paciência com todos.

Nair de paula teles

Experimentando novos metodos de alfabetização      

Coordenadora: Neusa de Souza

professoras: Ana Granado e  Marina     

 

O programa de Alfabetização do CEAM, (Centro Educacional Alzira Altenfelder Silva Mesquita), tem como objetivo, além de prestar serviços á comunidade que ainda vive na escuridão do analfabetismo aprimorar os conhecimentos adquiridos pelos alunos durante o curso, oferecendo-lhes oportunidade de vivenciar no cotidiano, as alegrias, prazeres e dificuldades encontradas, enquanto atuantes em sala de aula.   Durante o ano de 2007, sob a coordenação da Profª.  Neuza foi experimentado na Alfabetização, uma nova metodologia, adaptada do “método do conto”, um método global, utilizando por grandes educadores,(Decroly,Freinet) que diante das dificuldades encontradas, ao ensinar, descobriram que os educandos aprendiam com maior facilidade, quando se utilizavam de histórias no processo de ensino.   No método que usamos procuramos utilizar histórias relacionadas com a história de vida dos alunos e abordar assuntos cotidianos, vividos na comunidade a que estão inseridos, Trata-se de um método interdisciplinar, no qual o aluno não é simplesmente alfabetizado, mas aprende também conteúdos de Matemática e discute temas relacionados com a natureza e sociedade, trazendo assim um significado maior para eles, o que facilita ainda mais aprendizagem.    O método consiste na criação de uma história, escrita em  capítulos pelo professor e pelos alunos, sempre relacionada com a história de vida da maioria deles. De cada capítulo é retirada uma frase, e da frase  são retiradas palavras chave, que serão decodificadas para facilitar o estudo e chegando às silabas e finalmente às letras.  Após o estudo o aluno á convidado a criar novas palavras, novas frases, até chegar à criação de um novo texto. E nesse ir e vir, trabalhando conteúdos significativos, eles vão descobrindo os segredos da escrita e da leitura de maneira prazerosa, e tornando-se cidadãos conscientes, capazes de provocar mudanças em suas vidas e consequentemente, mudanças na sociedade.  veja abaixo os seis capítulos criados pela classe.

**************************************************************

Viajando pela internet temos milhares de atividades que nossas colegas publicam para praticarmos em sala de aula com os nossos alunos.

Colegas que dividem o trabalho e experiências engrandecem e melhoram a nossa prática.

Obrigada por compartilhar atividades e experiências!

Atividades gerais:

Mirian: http://picasaweb.google.com.br/mirian1018

Músicas infantis:

http://mundinhodacrianca.blogspot.com/2009/09/musicas-infantis-para-download.html

 

51 Respostas so far »

  1. 1

    Flávia Mendes disse,

    Oi Ana…

    Compartilhar com nossos alunos a alegria da aprendizagem é maravilhoso…
    E melhor ainda, é ter a possibilidade de aprender com eles…

    Certa vez eu estava ensinando aos meus alunos “sílaba tônica”… E uma certa aluna não conseguia compreender como encontrar a sílaba forte de uma palavra… Eu já tinha tentado tudo e nada dela entender… Até que tive uma idéia… Perguntei se já tinha prestado atenção em como os feirantes divulgavam as suas mercadorias… Ela deu uma risadinha e disse que sim… Acho que não entendeu o motivo da minha pergunta… Então, expliquei que quando o feirante fala o nome da mercadoria, por exemplo a palavra BANANA, ele intensifica a sílaba tônica… Assim: “olha a banana, banana baNAAAAAAAAAna… A partir deste dia ela entendeu como encontrar a sílaba forte de uma palavra e a alegria dela foi tão grande, que contagiou toda a sala… Os colegas deram uma salva de palmas e a cumprimentaram pela conquista… Foi emocionante…

    Sucesso pra vc!!!!
    Beijo.

  2. 2

    Alexandre disse,

    Legal as sua histórias mãe,elas são engraçadas mas tem uma emoção por tras delas que deve te fazer se sentir muito orgulhosa !!!!!

  3. 4

    Humberto disse,

    muito bom, o ensino de EJA tem essa caracteristica em que o retorno dos alunos é bastante explicito – já no ensino infantil a molecadinha vai aprendendo cada vez mais e aparentemente não se importa com isso, a inocencia das crinaças acentua essa caracteristica. Mas na medida em que eles percebem a importancia que – os adultos – dão para demonstrações de conhecimento por parte deles é que a criançada se esforça para ‘aparentar’ ter conhecimentos.. pelos elogios e retornos dos adultos para eles.

    meus parabens pelo seu trabalho.. excelente

  4. 5

    sonia figueiredo disse,

    A formação do profiossional influencia bastante nas suas práticas e inovações.
    Aquele que lê, estuda, se informa, está sempre com uma “carta na manga da camisa”, para as eventualidades do dia a dia na escola.
    O Professor “apaixonado” , humaniza as situações decorrentes de sua práxis.E vibra, vibra mesmo, quando seu aluno cresce. É emocionante quando dominam a linguagem dos códigos. E começam a ler tudo o que encontram pela frente. MUito gratificante!
    Parabéns por sua sensibilidade e comprometimento com o educar.
    Beijos fraternos. Sonia Figueiredo

  5. 6

    Elisa Kerr disse,

    Olá Ana e Luciana,

    Muito legal o trabalho que estão desenvolvendo com os alunos. È assim que gente lida com gente: com amor, carinho e dedicação. Isso é o que não falta em vocês, muito pelo contrário. Esse é o diferencial do bom educador.
    Beijos Elisa

  6. 7

    ELIVALDA disse,

    A EDUCAÇÃO tem que ser para todos é importante saber os caminhos que temos que trilhar para ver bons resultado, o trabalho da EJA é uma linda tarefa de puro amor e dedeicação

  7. 8

    Alessandra disse,

    Adorei o site
    Pude refletir um pouco ,
    espero qdo me formar, ser uma profissional dedicada como vcs !!!

  8. 9

    MARIVONE disse,

    sou professora e trabalho baseado nesse metodo, pois quando assumismo a missão de buscar o melhor para nossos educandos sentimos responsáveis, para oferecer também, situações que sejam significativas e que esteja dentro da sua vivência.

  9. 10

    Daniella Cristina Azevedo disse,

    Ter ou fazer uma arte pedagogica vai além do saber,é o amar que faz a tradução ,pois quando estamos em uma sala de aula( porque queremos ),a nossa mente desenvolve projetos tão importantes que permite com que nossos alunos não percebam o quanto aquele ,trabalho está nos sendo valioso e satisfatório e para eles ;inesqueciveís e construtivo.Realmente é ima delicía ensinar,criar,reciclar e perceber que tudo valeu à pena!Como foi bom descobrir esse espaço, grande beijo á todos educadores da arte de ensinar!!!

  10. 11

    liliane disse,

    Oi Ana…
    Sou mãe da Daniela, que tem paralisia cerebral moderada, ela tem 13 anos,ela tem Retardo mental moderado, Retardo global do desenvolvimento incluindo funções neuropsicomotoras, cognitivo-intelectuais, lingüísticas e de competência social. Isso tudo aconteceu por uma parada cardio respiratória que ela teve com 1ano de idade, desde então eu veio lutando para ela ter uma vida normal, até porque ela entende tudo,claro que não tem noção de perigo,tem a dificuldade de falar, mas do jeito dela se faz entender. Achei muito interessante o teu trabalho, e por isso queria algumas dicas de atividades para desenvolver com ela, até porque ela não está em escola regular só faz fono,fisioterapia,equoterapia,e algumas atividades com uma professora particular,mas eu queria mais, porque eu acho que ela tem potencial para mais, o problema que na nossa cidade não temos uma escola preparada, e com qualidade, na verdade também não fazem muito esforço, e o que temos como ambiente escolar é APAE,onde ela está tendo atividades na sala de recursos, mas o atendimento é individual ou no máximo com duas crianças,o que eu acho que está prejudicando o social da Daniela. Estou me estendendo demais, o que eu quero saber,se estou sendo negligente de não ter brigado por uma vaga em uma escola regular para minha filha, sei que a lei me ampara, mas tenho receio de expôr a Daniela a preconceitos e maldades, já tive experiência a anos atrás. Quero saber como consequir valer os direitos que ela tem. Antecipadamente agradeço por tua atenção, vou esperar uma resposta. Abraços, parabéns pelo trabalho. Liliane de Souza Vanhove (São Gabriel, 23 de Maio de 2008) RS.

  11. 12

    anaeluciana disse,

    Liliane, obrigada pela presença no nosso blog!
    Gostaria de parabenizá-la pela sua anjinha linda! Com certeza você a ama e quer o melhor para sua filha mas todas as crianças tem o direito de frequentar uma escola mesmo aquelas que apresentam uma necessidade especial.
    Em casa você pode estimulá-la com atividades de coordenação motora, com desenhos, filmes, conversando com ela sobre vários assuntos e saber o que ela pensa…
    Um livro que você poderia ler e pode te ajudar é: “O que todo Professor precisa saber sobre neurologia” escrito pelo Dr. Neurologista Vicente Arsêncio. Ele explica sobre várias necessidades especiais, diagnósticos…
    Verifique com a delegacia de ensino mais próxima de sua casa todos os direitos de sua filha! Ela, com certeza, tem direito de frequentar uma escola e, é importante a convivência com os outros alunos.
    Lembre-se todos nós temos necessidades especiais, em alguns são mais evidentes e em outros são menos, o que importa é que todos somos seres humanos e temos direitos!
    Desde já sua filha precisa aprender a enfrentar o preconceito dos ignorantes! Se não for agora um dia será!
    Vou pesquisar mais atividades e passo para você por email ou mesmo por publicações aqui mesmo no blog!
    Beijos para você e um especial para a Dani!!!

  12. 13

    manú disse,

    atividades sala recursos

  13. 14

    Daniela disse,

    Liliane, sou Fonoaudióloga e estou fazendo pós em Psicopedagogia. Suas dúvidas são as mesmas de todas as mães, se estou fazendo certo em proteger minha filha ou se deveria lutar mais. Esse sentimento nos acompanha sempre. Trabalho há onze anos nesta área e cada vez, que conheço um caso novo, começo tudo de novo.Nós enquanto profissionais, estamos sempre buscando ajudar as crianças e as famílias, mas vejo que existe uma necessidade de trabalharmos em grupos. Sua filha faz equoterapia, então você já deve ter visto como o trabalho em equipe é importante. Aqui no Rio, também trabalhamos em equipe e buscamos incluir na equipe, os médicos e os professores.Esta troca de saberes e que nos ajuda a transformar o aprendizado em algo prazeroso.
    A inclusão é nova para todos, então estamos nos adaptando, sua filha é importante para todas as outras crianças. Quem irá aprender nas escolas que ela entrar, são as outras. Boa Sorte e Parabéns! Daniela

  14. 15

    ines disse,

    É maravilhoso observar que temos profissionais que procuram ir ao encontro das necessidades reais de seus alunos .Os alunos com Necessiades Educacionais Especiais têm direito a uma escola do Ensino Regular, por isso Liliane, matricule sua filha já.O atendimento clínico você já está oportunizando a ela.Continue firme.

  15. 16

    ROSANE disse,

    GOSTARIA QUE VOÇES ME DEMONSTRASSEM ALGUMA ATIVIDADE COM O METODO DO CONTO(ALFABETIZAÇAO),TENHO DUVIDAS E SE VOÇES PUDEREM ME AJUDAR AGRADEÇO.

  16. 17

    maria aparecida disse,

    ola!!! estou no primeiro ano de pedagogia,fui promovida a coordenadora pegagogica em minha escola,sera que vcs podem me ajudar com algumas dicas,textos….
    ficarei grata.

  17. 19

    RUBENICE disse,

    busco metodos para enclentar as aula c contos infatil.

  18. 20

    Renata disse,

    eu estou no 5º semestre de pedagogia, e eu tenho que fazer planejamento de aulas as professoras estão orientando, mas eu não tenho material didatico e nunca estive em uma sala de aula.

    eu comprei uns livros mas não me ajuda muito, eu queria saber de jogos para a lingua portuguesa, plural e singular, sinonimos e antonimos, substantivos e adjetivos que a professora pediu para fazer uns dominos e eu queria uns jogos com as palavras pedidas..

    obrigada pela atenção e s vc não poder me ajudar tudo, ta bom….

  19. 21

    Caroline disse,

    Olha, vocês estão de parabéns pelo blog!

    Amo trabalhos feitos com excelencia!

    Deus abençõe a todos que colaboraram!

    sempre estarei aqui!

  20. 22

    Dôra martins disse,

    ESTOU GOSTANDO MUITO DO BLOG E QUERO UMA AJUDA PARA PREPARAR AULAS SOBRE ÉTICA PARA MEUS ALUNOS,ACHO MUITO IMPORTANTE TRABALHAR O RESPEITO,A RESPONSABILIDADE , A CONVIV~ENCIA COM O O OUTRO, A HONESTIDADE…
    QUERO QUE SE POSSÍVEL ME SUGIRA ATIVIDADES PARA TRABALHAR COM MEUS ALUNOS,LECIONO COM OS PEQUENINOS DA EDUCAÇÃO INFANTIL E COM O 2º ANO DO 1º CICLO. dESDE JÁ AGRADEÇO.

  21. 23

    eliana palhano de souza disse,

    ola! terminei o curso de pedagogia em 2007 tenho 38 anos e sempre quis ser professora, por motivos alheios só pude realizar meu sonho agora, mas antes tarde do que nunca não é mesmo? bem trabalho numa escola de educação especial, tenho duas turmas, uma de 10 a 16 anos outra ja de adultos aproximadamente trinta anos todos deficientes mentais por vezes tenho dificuldade em planejar atividades e me preocupo com a qualidade gostaria de algumas dicas para um melhor planejamento. adoro trabalhar com educação especial, não me vejo fazendo outra coisa, e sempre quero melhorar como profissional e também como ser humano, se puder me ajudar agradeço. peço também dicas de livros e filmes.

  22. 24

    adoreu continue assimmmmmmmmmmm

  23. 25

    heloisa disse,

    adorei muito legal!

  24. 26

    Gardenia disse,

    BOM DIA! MEU NOME É GARDENIA E ATUALMENTE SOU PEDAGOGA EM UMA SALA COM DEFICIENTES MENTAIS GOSTARIA POR FAVOR DE SABER SE É POSSÍVEL VOCÊS DISPONIBILIZAREM ALGUMAS DICAS, SUGESTÕES DE ATIVIDADES PARA TRABALHAR EM SALA DE AULA COM OS MESMOS. OBRIGADA!

  25. 27

    claudia disse,

    Olá ,tenho um aluno com paralisia cerebral,gostaria de saber se vocês poderiam me ajudar com dicas de atividades para este aluno .Obrigada!

    • 28

      olá ..sou maria antónia martinho , neste momento estou a fazer um trabalho onde tenho que apresentar algumas actividades que tenho que realizar com crianças com paralisia cerebral . será que me podiam facilitar algumas? obrigada

  26. 29

    Sandra disse,

    olá sou professora no ensino regular, tenho uma aluninha com deficiência mental, e outras sindromes, ela possui muitas dificuldades não fala, é muito agressiva, todas as atividades que proponho ela recusa, joga no chão, fico desesperada porque muitas fezes não sei o que fazer, é a primeira vez que ela vem a escola e trabalho especialmente com ela, a escola cobra resultados, tenho medo de não conseguir alfabetiza-la, já consegui a socialização dela junto aos outros alunos da escola, mas o que o ensino regular espera é que ela seja alfabetizada, por favor me ajude, preciso de sugestões para desenvolver trabalhos com ela. Agradeço desde já.
    Professora Sandra.

  27. 30

    Claudia disse,

    Oi tenho um aluno com perda auditiva e paralisia cerebral,gostaria de receber se possível dicas de atividade para estimula-lo.
    Obrigada!!!!

    !

  28. 31

    neide ribeiro villela disse,

    trabalhei nove anos em sala de recurso, com alunos especiais, para mim foi uma grande aprendizagem, porque eu via a alegria de um aluno com 27 anos agradecer a Deus por ter encontrado uma professora que ensinou ela ler, e o mais importante é a transformação de comportamento, tanto dos alunos quanto a gente.

    Obrigado

    Neide Ribeiro Villela

    • 32

      Veronica Valim disse,

      Parabéns profe, sou alfabetizadora de crianças a bom tempo hije trabalho na Apae e gostaria de dicas de alfabettização de adultos com algumas deficiencias. \Se puder me enviar ficarei muito grata. Abração. Veronica , email ve-valim@hotmail.com.

  29. 33

    MARGARIDA MANGABEIRA disse,

    SOU PROFESSORA NO PRESIDIO E GOSTARIA DE RECEBER MODELO DE PROJETOS VOLTADOS PARA O EJA DENTRO DA REALIDADE DOS DETENTOS.
    ABRAÇO

    • 34

      anaeluciana disse,

      Margarida,
      Ótimo trabalho!! Parabéns!
      Você já sabe que deve planejar as suas aulas de acordo com a realidade dos seus alunos. Faça uma pesquisa com cada um e veja o que eles querem aprender, quais são os interesses e as necessidades de cada um. Com um mapeamento de interesses da sala, você poderá planejar as suas aulas consultando o PCN de EJA .
      Eu realizei um projeto com meus alunos de EJA que fez muito sucessso. A princípio todos recusaram pela preguiça… aos poucos foram vendo o quanto se beneficiaram com o projeto.
      Projeto de leitura e interpretação de matérias jornalísticas.
      Cada alunos deveria ler o jornal uma vez por semana e levar no dia marcado para a exposição a sua pesquisa.
      A pesquisa deveria ter a matéria com o título e o assunto, resumo e opinião pessoal feitos pelo aluno. Além disso, o aluno deveria ler o ponto principal da matéria e a sua opinião.
      Os meus alunos ficaram muito mais críticos e observadores depois desse projeto, além de melhorarem a leitura e a escrita.
      Faça um acompanhamento sobre o apredizado dos seus alunos com um portfólio. Veja o que publicamos no blog sobre o uso do portfólio na educação de jovens e adultos.
      Você verá o desevolvimento do seu aluno, ele tb e receberá respostas sobre as dificuldades com maior precisão.
      beijoss! E publique aqui o retorno com seus alunos.

  30. 35

    cátia disse,

    bom dia

    eu sou técnica em educação especial e reabilitação e estou a desenvolver um estagio em intervenção precoce e desenvolvimento de competências pessoais e sociais no primeiro ciclo. tenho crianças com autismo, paralisia cerebral e atraso global de desenvolvimento. será possível obter dicas de actividades a realizar com estas crianças e também, sem querer exagerar, dicas para o desenvolvimento de competências pessoais e sociais no primeiro ciclo?

    agradeço desde já e gostei muito vosso blog, desejo-vos tudo de bom

    • 36

      anaeluciana disse,

      Cátia, desculpe a demora da resposta!!
      Primeiramente, parabéns pelo lindo trabalho! Você pode ler sobre a pesquisa que fiz e o trabalho com argila com os meus alunos: http://anaeluciana.wordpress.com/2011/01/07/argila-e-neuropsicomotricidade/

      além disso, você pode desenvolver trabalhos com diferentes tipos de massa de modelar, histórias infantis com fantoches e dedoches, trabalhos manuais etc.
      Vou pesquisar atividades específicas e darei dicas nas publicações a seguir.
      Você também poderá contribuir para o nosso aprendizado relatando aqui as suas esperiências com os seus alunos.

      Obrigada!

  31. 37

    MARGARETE SANTANA disse,

    UMA SEMANA APÓS O RETORNO DAS AULAS RECEBO UM ALUNO PRA LÁ DE ESPECIAL. ELE TEVE MENINGITE E APESAR DE TER VENCIDO A DOENÇA FICARAM AS SEQUELAS. SEU DESENVOLVIMENTO INTELECTUAL FOI COMPROMETIDO BEM COMO SEU RACIOCINIO LÓGICO. FUI PEGA DE SURPRESA E ESTOU SEM SABER COMO LIDAR COM A SITUAÇÃO. DURANTE A JORNADA PEDAGÓGICA DESTE ANO HOUVE OFICINAS TRATANDO DO ASSUNTO NO ENTANTO FUI ENCAMINHADA A OUTRO TEMA. POR FAVOR PRECISO DE DICAS POIS JÁ REVIREI A INTERNET E ACHEI POUQUISSIMO MATERIAL. DESDE JÁ AGRADEÇO A AJUDA.

  32. 38

    cristina braga disse,

    Olá ,tenho um aluno com paralisia cerebral,gostaria de saber se vocês poderiam me ajudar com dicas de atividades de alfabetização para este aluno .Obrigada!

  33. 39

    SELMA DA SILVA GUSMÃO DE BARROS disse,

    OLÁ!
    TENHO UMA TURMA DE ALUNOS(18) ESPECIAIS(MODALIDADES DIVERSAS:DA, DMU E TGD) MAIORES DE 21 ANOS, GOSTARIA QUE VCS. ME AJUDASSEM COM DICAS PARA ATIVIDADES ESCRITA E LIDA, POIS QUANDO TRABALHO DESSA FORMA PERCEBO NITIDAMENTE O QUANTO ELES VIBRAM.
    BJOCAS
    SELMA

  34. 40

    alice disse,

    Olá!
    Gostaria de receber se possível, dicas de atividades para trabalhar com crianças com deficiência mental!
    Desde já fico grata pela atenção!

  35. 41

    Márcia Lúcia disse,

    É interessante buscar através das Experiências das outras Pessoas Que deu certo pra colocar na nossa prática. Não é fácil ensinar uma criança DM,mas não é impóssivel.Com a troca de Experiências de um e outros a gente chega lá.Não é verdade?

  36. 42

    tassia disse,

    Bom dia! Gostaria de sugestões para trabalhar com crianças com deficiência mental. Esse ano tenho um aluno com deficiência intelectual e tenho muita dificuldade de trabalhar com ele.

  37. 43

    Fabiola disse,

    Olá gente!! R ealmente é muito bom o conteúdo publicado!!!!

  38. 44

    lilian disse,

    OLA PEDAGOGS E PSIGOPEDAGOGS,VIVO UM DRAMA ,MEU FILHO TEM 6 ANOS ACABOU DE COMPLETAR,ESTOU TENDO MUITO DIFICULTADE EM MANDELO NA ESCOLA A QUAL ELE ESTUDADA,NO COLEGIO ADVENTISTA,MEU FILHO ESTA COM PROBLEMAS MUITO FORTE EMOCIONAL,ESTA EM TRATAMENTO A QUASE 1 ANO.
    VOU CONTAR UM POUCO A SUA HISTORIA,O NICOLAS NASCEU UM MENINO SADIO FORTE E BONITO,QUANDO ESTAVA COM 3 ANOS E 6 MESES DESCOBRIRAM QUE LE ETINHA UM TUMOR CHAMADO ASTROCITOMA,NA CABEÇA,FOI OPERADO PASSOU 48 DIAS NO HOSPITAL,PEGOU MENIGITE BACTERIANO,OLICOR DELE COMEÇOU A SAIR DA CABEÇA QUERIA COLOCAR UMA VALVULA NELE MAIS COM A HONRRA E GRAÇA DO NOSSO NOBRE JESUS ELE FOU LIBERTO DA VALVULA,QUANDO RETORNAMOS DO HOSPITAL OS MEDICOS DESENGANARAM O NICOLAS,FALANDO QUE ELE TINHA FICADO COM CEQUELAS,FISISCA,FOI AO CONTRARIO FICOU EMOCIONAL,DESDE ESSA EPOCA NÃO TIVE MAIS SOCEGO,O NICOLAS DE UMA CRIANÇA CALMA TRANQUILA.COMEÇOU A FICAR AGITADA,DESCONTROLADA,COMEÇOU A TOMAR MEDICAÇÃO,SEM RESULTADOS FOI ´PARA ASCOLA E DESDE ENTÃO NÃO TIVE MAIS SOCEGO,COMEÇOU FICAR AGRESIVO,DIQUILIBRADO,REMEDIO CONSULTADOS,TRATAMNETOS COM PISOCLOGOS,ELE DEU UMA MELHORADA,MUDEI DE ESCOLA,NÃO ESTOU TENDO RETORNO DA MESMA,EU ACHO QUE MEU FILHO AINDA ESTA EM FAZE DE ADPITAÇÃO MAIS A ESCOLA NÃO ENTENDE,O NICOLAS ESTUDA 1 DIA E É SUSPENSO 3,SEMPRE PORQUE ALGUM AMIGO FEZ ALGUMA COISA SO QUE ELE SO SE DEFENDE FISICAMENTE,ISSO EU ACHO QUE ESTA PIORANDO O MEU FILHO,ELE É MUITO CARINHOSO EDUCADO,MAIS TABEM EXPLOSIVO,SE TIVER ALGUEM QUE POSSA ME AJUDAR,ME ORIENTANDO EU AGRADEÇO,PORQUE A ESCOLA ESTA QUERENDO EXPULSAR O MEU FILHO,NÃO ENTENDO,ESTOU DESESPERDA.BEIJOS LILIAN NOVAES

    • 45

      anaeluciana disse,

      Mamãe,
      Infelizmente, nas escolas não temos professores totalmente capacitados em inclusão e, por isso as crianças especiais ficam “jogadas” e muitas vezes não desenvolvem como deveriam. Uma equipe é necessária para avaliar e acompanhar o seu filho: professores, psicólogos, médicos entre outros. Os professores devem ter paciência e, vc sempre deve contar sobre o histórico do seu filho para melhor desenvolvimento nas escolas. Existem muitas escolas e muitos métodos de aprendizagem e, vc pode escolher aquela escola ou método que mais beneficiará seu filho em todos os sentidos: físico, mental e pedagógico. Pelo histórico, seu filho precisa de um método de ensino dinâmico como o construtivista. Procure colocá-lo em uma escola que ele tenha muitas atividades em que possa construir e trabalhar o seu lado ativo. Não se desespere e procure entendê-lo e aos outros também!

  39. 46

    NEILIANA disse,

    Olá…Sou estudante de Pedagogia da UECE em Iguatu/Ce e estou estagiando na APAE (Assoiciação de Pais e Amigos dos Excepcionais). Faço acompanhamento individual com um aluno bastante comprometido em suas limitações. Ele não gosta de pegar em nada, simplesmente nada prende a sua atenção. Encontrei este blog na net e gostaria de saber se vocês tem alguma sugestão de quais atividades pedagógicas eu poderia desenvolver com ele.
    Desde já agradeço.
    Bjus

  40. 47

    Carla Gomes Pereira Coimbra disse,

    Boa noite, gostaria de sugestão de atividades,para criança com inclusão,com atrazo de 4 anos, hoje ele têm 10 anos e essa criança é muito inquieta.

  41. 48

    adriana disse,

    Olá, sou professora de sala de recursos e recebi uma aluna de 15 anos de idade que é deficiente intelectual e que precisa ser alfabetizada, por isso peço sua ajuda me enviando atividades de alfabetização.

    beijos,
    Adriana

  42. 49

    maria benedita martins rodrigues disse,

    A educação só terá sentido e resultados significativos se o educador tiver alma e coração, pois do contrário irá simplismente repetir erros e contribuir para o analfabetísmo funcional,acredito ainda na força e no potêncial da alma das pessoas que anceiam por uma educação de qualidade,que transforme a educação em qualidade de vida, sem restrições, sem medo de criar, inventar,descobrir,realizar,resgatar, e demonstrar que é capaz de vencer com dignidade. Ainda acredito que, haja pessosas capazes de fazer a diferença na educação brasileira.

  43. 50

    silvana disse,

    tenho uma filha di 8 anos ela e deficiente mental amo minha filha mais ten dia q eu fico perdida sen saber u q fazer mais e so quando ela esta ajitada e uis medicamentos naõ fazen efeito .um grandi a braso di silvana e minha filha si chama wemilly vikitoria

  44. 51

    ana carolina leitao disse,

    gostaria de saber se vcs tem como enviar para meu mail atividades para sala de aee pois no momento nao tenho muitas e estou precisando


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: