Prova X Avaliação

Você, quando aluno, se lembra de como se sentia nas épocas de provas da escola?

E, você professor? Se lembra quando deu provas para castigar o seu aluno ou mesmo classificá-lo?

Nossa! Quanto trauma temos dessas provas que nos trazem uma mágoa tremenda e um medo de qualquer tipo de avaliação.

É lógico que devemos ser avaliados. Em todas as fases da vida somos avaliados.

Nós precisamos estar prontos para essa avaliação.

Nossa professora do curso de Pedagogia da Universidade São Judas Tadeu: Dinéia Hyppolito, Mestre em Educação pela PUC (Pontifícia Universidade Católica), especialista em avaliação do Ensino Superior pela UNB (Faculdade de Educação da Universidade de Brasília), em sua entrevista para a cinetvnet explica a avaliação no sentindo significativo para o aluno.

Todos os educadores e alunos devem assistir essa entrevista para mudar a sua prática e pensamento sobre a avaliação:

About these ads

33 Respostas so far »

  1. 1

    prof.Denize thomaz disse,

    Caras alunas estou revisitando este Blog e gostaria de dizer a vocês que está muito bom o trabalho que vocês vêm desenvolvendo com os alunos da EJA.Assisti a entrevista da Prof. Dinéia e estarei ampliando na escola municipal onde leciono para todos os professores do 1 ciclo.Continuem colocando sugestões tão valiosas no blog, para que possamos compartilhar com outros professores .Abraços Prof. Denize – Escola municipal – São paulo

  2. 2

    anaeluciana disse,

    Oi professora Denize,

    É com muito prazer que recebemos o seu comentário no nosso blog!

    Agradecemos a sua presença, mais uma vez, marcante.

    Esse tipo de opinião, pertinente e significante é que nos faz crescer e querer trabalhar mais!

    Com certeza estaremos ampliando as nossas pesquisas e sugestões de práticas que dão certo com os nossos alunos para publicar e com isso socializar com pessoas interessadas como vocês!

    Esperamos que você divulgue o nosso blog para todos os professores da escola municipal e todos os interessados com o assunto…

    Mais uma vez, agradecemos a sua presença marcante e não deixe de participar da nossa enquete: Educação no século XXI http://anaeluciana.wordpress.com/2007/08/19/educacao-do-seculo-xxi/

    Nessa enquete você participará em outro blog (Maria Figueiredo e eu) de um questionário em que suas opiniões serão fundamentais para um projeto de intervensão.

    Contamos com a sua participação! E seja bem vinda sempre que precisar e quiser em nosso blog com pesquisas, sugestões ou comentários!

    Luciana Raspa.

  3. 3

    prof.Dinéia Hypolitto disse,

    Caras professoras Luciana e Ana fico muito feliz em poder colaborar com esta entrevista sobre Avaliação da aprendizagem escolar. Espero que possamos utilizar a avaliação como prática reflexiva no nosso cotidiano escolar, e melhorar a qualidade do ensino em sala de aula. Abraços . prof.Dinéia Hypolitto-Coordenadora pedagógica do CAAM.

  4. 4

    Néia Martins disse,

    Olá professora Dinéia, após assistir sua entrevista sobre avaliação, por sinal muito importante, penso ser muito difícil as pessoas mudarem a forma de trabalhar e avaliar, como já estão acostumadas ao longo de anos trabalhando do mesmo jeito, preferem continuar na mesmice, a ter trabalho maior com mudanças de avaliação e aprendizagem, mesmo sabendo que seria muito melhor para os alunos abolir a palavra prova, pois esta assusta e extressa muito, creio ser vantajoso e muito melhor trabalhar com o Portifólio, mas não são todos os profissionais que aceitam a idéia e levará ainda alguns anos para a aceitação da grande maioria. Através do meu estágio venho analisando as atitudes dos profissionais que estou convivendo e vejo muitas coisas erradas no meu ponto de vista e também de acordo com os estudos as coisas não condizem muito, por isso a dificuldade de mudar, e de se tornarem professores reflexivos estão bem longe, Ao meu ver parece que estacionaram no tempo.Tenho Fé de quando chegar minha vez de lecionar, eu possa colocar em prática todo o meu aprendizado, poder ser uma ótima profissional e realizar na prática os sonhos de mudança no aprendizado. Sem mais, parabéns pela entrevista, um abraço.
    Quero parabenizar também as professoras Luciana e Ana pelo ótimo trabalho que estão fazendo com o blog dando-nos oportunidade de mais aprender. Valeu! Néia Martins – LI06A – Turma de Terça-feira

  5. 5

    Kleber Agari Campos disse,

    Tenho percebido que o tema avaliação é bastante denso e gera muita discussão. Nosso grupo trabalhou o texto “Avaliação x Verificação – o que pratica a escola?” em seminário no primeiro semestre deste ano. Assistindo à entrevista aprendi ainda mais sobre o arcabouço do processo de avaliação: Tipos de avaliação (diagnóstica, formativa, etc), necessidade da reflexão por parte do docente sobre a sua prática, instrumentos de avaliação (projetos, entrevista, pesquisa, portfolio, etc). O portfolio em especial me chamou a atenção, pois vi aí a corporeificação do espírito da avaliação, ou seja, o acompanhamento contínuo do processo de ensino-aprendizagem balizando a prática pedagógica. Outros aspectos do potfolio também me chamaram a atenção, como a sua base reflexiva e formativa, construção do espírito crítico dos alunos pela auto-avaliação, melhor delineamento dos perfis dos alunos, etc. Tudo isso sem dúvida contribui para a eliminação do ranço classificatório dos processos avaliativos tradicionais e sem dúvida atende aos requisitos da LDB que determina que os aspectos qualitativos devem prevalecer sobre os quantitativos.

    Kleber Agari Campos
    Formação de professores
    Turma de terça-feira

  6. 6

    Elaine Aparecida dos Santos disse,

    A entrevista da professora Dineia sobre avaliação ajudará muitos professores na sua prática pedagógica. A avaliação deve ser formativa e não somativa. Além disso, a relação professor-aluno é muito importante, para que os educandos não se sintam pressionados no momento da verificação e não avaliação. O portifólio é uma maneira de verificar, pois ajuda o professor a saber/ conhecer as dificuldades do aluno. A avaliação formativa é capaz de formar alunos críticos e capazes de auto-avaliação.

  7. 7

    Rafael Caprioli Guiterrez disse,

    A temática Avaliação e Prova produz inúmeros pensamentos de como
    diagnosticar o amadurecimento e aquisição de conhecimentos pelos alunos. A entrevista da professora Dinéia sobre o assunto, concebida à CineTvNet, instrui sobre a modernização das técnicas de avaliação, enfatizando sobre a necessidade de uma avaliação que trabalhe a relação construtivista entre aluno-professor. Métodos de avaliação que utilizam fichas de observação e registros de tudo que é produzido pelo aluno, como o caso do Portifolio, determinam e gerenciam a realidade de absorção de conhecimento dos aprendizes. Os velhos testes e provas carregados de informações e “decorebas” não pertencem mais aos profissionais de educação que se atualizam e refletem sobre suas práticas, e acima de tudo, que se preocupam com o aluno, evitando assim os traumas e as frustrações das temidas provas!!!

    Aluno: Rafael Caprioli Gutierrez
    Formação de professor – Terça Feira

  8. 8

    Rodrigo Moratti disse,

    A palavra avaliação ainda causa temor aos alunos, pois é muito usada de maneira tradicional. Claro que alguns professores já tomaram consciência de que a avaliação é algo contínuo, construtiva, para não causar nenhum pânico nos alunos.
    Mas hoje é necessário além de educar os alunos para este tipo de avaliação precisamos também reeducar os pais; ou seja, mostrar que seus filhos não são números de 0 à 10, mas que cada um tem suas habilidades e que estas são analisadas e respeitadas em cada etapa, seguindo um único objetivo.

  9. 9

    Samantha Perez Timoteo disse,

    Olá Professora Dinéia.

    Primeiramente parabéns pela sua entrevista para o Cinetvnet sobre Avaliação, foi muito importante para esclarecer alguns pontos como, por exemplo, o Portifólio.
    Acredito que a Prova Tradicionalista não leva a nenhum resultado. O que deve ser avaliado nas Escolas é o Ensino e a Aprendizagem dos alunos. O professor tem que se questionar sobre sua prática e avaliar seu trabalho junto com seus alunos. A palavra Avaliação para muitos alunos causa medo e receio.
    O Portifólio no meu ponto de vista é o melhor método de Avaliação, pois ocorre uma parceria entre professor e aluno, a Avaliação é formativa e os professores verificam onde estão as dificuldades dos alunos, acompanham as tarefas realizadas e seus rendimentos.
    As mudanças na Educação são necessárias para uma melhor aprendizagem

  10. 10

    Flavio de Mello Maranho disse,

    A “prova”, ainda causa muito temor aos alunos, pois essa “prova” nao é utilizada como avaliação, e sim como forma quantitativa de aprovação do aluno, para que ele posso atingir determindada media(lembrando que a média é falsa).
    Muitas instituiçoes ainda utilizam prova, mas sabemos que o correto é se aplicar uma avaliaçao, formativa, que ocorra ao longo do processo, verificando quais dificuldades dos alunos, para que assim possa haver uma reflexao por parte dos educadores e se preciso modificar os metodos entre outras coisas, buscando sempre a aprendizagem dos alunos, lembrando que a avaliação anda de maos dadas com a aprendizagem.

    Flavio de Mello Maranho
    Formação de Professores
    Terça – feira

  11. 11

    Samantha Perez Timoteo disse,

    Olá Professora Dinéia.

    Primeiramente parabéns pela sua entrevista para o Cinetvnet sobre Avaliação, foi muito importante para esclarecer alguns pontos como, por exemplo, o Portifólio.
    Acredito que a Prova Tradicionalista não leva a nenhum resultado. O que deve ser avaliado nas Escolas é o Ensino e a Aprendizagem dos alunos. O professor tem que se questionar sobre sua prática e avaliar seu trabalho junto com seus alunos. A palavra Avaliação para muitos alunos causa medo e receio.
    O Portifólio no meu ponto de vista é o melhor método de Avaliação, pois ocorre uma parceria entre professor e aluno, a Avaliação é formativa e os professores verificam onde estão as dificuldades dos alunos, acompanham as tarefas realizadas e seus rendimentos.
    As mudanças na Educação são necessárias para uma melhor aprendizagem.

    Samantha Perez Timoteo
    Turma de Quinta.

  12. 12

    anaeluciana disse,

    Eu acredito que a avaliação é necessária, tanto para o educador quanto ao aluno. Mas, quando falamos em avaliação nos deparamos com a lembrança das provas classificatórias e, esse tipo de ferramenta, muito utilizada ainda nas escolas, são completamente incoerentes com a aprendizagem significativa.
    As provas deixam os alunos nervosos e não satisfazem o real papel da educação de um ser integral.
    Os conceitos sobre avaliação devem prevalecer nas mentes do corpo docente e dos alunos como meio de ajudar no desenvolvimento escolar.
    Antes de tudo, eu acredito que o educador deve se auto avaliar, ter a noção do que ele é frente aos alunos, de como esta orientando seus alunos, qual é o seu papel de educador e aprender avaliar-se, pois quando uma pessoa não sabe se avaliar, como ela valiará outras pessoas?
    Os educandos também devem saber que avaliação não é um processo final e sim um começo, meio e fim, que ocorrerá em todo o seu processo de desenvolvimento num curso, na escola…
    E, o educando deve ser ciente que na sua vida, em todos os momentos, terá avaliações sendo em entrevistas de emprego, sociedade…
    Acredito que devemos formar alunos capazes de se auto avaliarem e enfrentarem quaisquer tipo de avalição, desde que saibam como estão sendo avaliados.
    Muitas escolas são despreparadas e não sabem avaliar, ou mesmo, é cômodo avaliar um aluno no processo final, dou a nota, ele aprova ou reprova, mas e aí?
    Não é isso! Devemos trabalhar seriamente para formarmos pessoas críticas, que saibam o seu nível de desenvolvimento. Um exemplo é trabalhar com portfólio, mas trabalhar com a ferramenta de forma correta e, não de qualquer jeito só para dizer que a escola trabalha com essa ferramenta avaliativa. Também devemos acrescentar outras ferramentas avaliativas no portfólio, já que ela não é a única forma de avaliação!
    Com o portfólio o aluno verá seu desenvolvimento, dará opiniões, terá a possibilidade de criticar as dificuldades e melhorá-las…
    Além disso, devemos, como educadores saber que cada um é dotado de uma capacidade, não somos iguais e é isso que enriquece o ser humano, então paramos de formar grupos e dizer: “Esses alunos não são capazes… já chegaram no seu limite…”
    Chega disso! Perdemos tempo em classificar alunos em capazes ou não, ao invés de estudar metodologias diferenciadas para diferentes tipos de aprendizagem.
    Estamos desmerecendo o nosso trabalho como educadores e, somente nós podemos trabalhar com todos os grupos de pessoas e avaliarmos as potencialidades de cada aluno. O educando tem que desenvolver a sua autoestima e saber que pode ter dificuldades sim, mas, possue qualidades e é esse ponto que o educador deve trabalhar!
    Luciana Raspa.

  13. 13

    Viviane de Paiva Junqueira disse,

    Quando iniciei o curso Prática de Ensino com a Professora Dinéia, tomei um “susto” quando ela enfatizou que o sistema de provas era antiquado e ineficiente, me perguntei, como pode exisitir uma escola sem provas? Hoje com uma nova mentalidade, percebi e reconheço que a prova classificatória, somativa não é a ideal, e sim, a formativa, que promove o processo de ensino e aprendizagem. Estou muito animada e curiosa de enfrentar o desafio de trabalhar com portifólio, onde realmente o aluno é privilegiado em suas características mais marcantes.

    Viviane de Paiva Junqueira
    Formação de Professores
    Terça Feira

  14. 14

    anaeluciana disse,

    A avaliação é importante e o educador deve ter claro sobre o seu real papel na aprendizagem do aluno. Alguns professores aplicam a avaliação classificatória, as famosas provas. Alguns alunos, a maioria decora, são aprovados ou reprovados conforme os resultados quantitativos.
    A avaliação classificatória não avalia as potencialidades individuais, cada aluno é diferente do outro!
    O educador deve saber que não lidamos com grupos homogêneos, nossos alunos são diferentes, aprendem diferentes e devem ser avaliados diferentemente!
    Alguns possuem dificuldades de oralidade, escrevem melhor do que falam, outros se expressam melhor… temos vários exemplos de diferenças em uma sala de aula.
    Devemos parar de denegrir a nossa imagem de educadores, devemos estar preparados para lidar com diferenças, saber avaliar e nos auto avaliar, pois como avaliaremos se não sabemos nos autoavaliar?
    Um educador precisa se auto avaliar e parar de colocar a culpa no aluno, as vezes, estamos com dificuldades e passamos a culpa no aluno ao invés de mudarmos a nossa metodologia…
    Devemos parar de formar grupinhos: Os que aprendem X os que não aprendem (já chegaram no limite). Perdemos muito tempo nas reuniões pedagógicas formando grupos de alunos que são classificados assim… ao invés de analizarmos a nossa prática e verificarmos até que ponto erramos ou estamos com dificuldades.
    O ser humano, independente das suas necessidades, defeitos, ou dificuldades é capaz, nosso mundo é perfeito pois cada individuo possue uma originalidade, criatividade, jeito de pensar, aprender, falar… devemos considerar todas as possibilidades e a avaliação é isso!
    Classificar e passar um prova única em um só período, no final do curso, não irá avaliar o aluno como ser integral!
    O aluno deve saber como esta sendo avaliado e qual a importância disso, ele deve saber que em tudo na sua vida passará por uma avalição: no trabalho, curso, sociedade…
    O portfólio é uma das ferramentas que podemos utilizar como avaliação. Devemos utilizá-lo conforme o contexto escolar, mas sempre de forma completa e original. O aluno deve prepará-lo e acompanhar o seu desenvolvimento, assim, ele terá a oportunidade de apreender vários conceitos: responsabilidade, originalidade, criatividade, avaliação…
    Muitas outras ferramentas avaliativas podem ser utilizadas juntamente com o portfólio como: avaliação oral, informática…
    Devemos saber trabalhar com as necessidades dos alunos, e uma avaliação completa com começo, meio e fim, que mostrará o desenvolvimento do aluno, suas dificuldades, capacidades…
    Acredito que prova somente para a comodismo do professor, um educador competente e preocupado com a formação do seu aluno já mudou a sua metodologia avaliativa!
    Luciana Raspa.

  15. 15

    Marina disse,

    Olá meninas, primeiramente gostaria de parabenizá-las pelo blog… que excelente!!! É muito importante que este vídeo seja divulgado para outros educadores, pois percebo que ainda muitos deles vêem a avaliação como uma prova para testar os conhecimentos que o aluno deve reproduzir. Para esse exemplo, cito a entrevistadora do vídeo que tentou de várias maneiras colocar essa questão em pauta generalizando as escolas e suas situações. A própria entrevistadora deixou claro não entender muito bem essa outra visão de avaliação.
    É verdade que, em algumas escolas a avaliação é um produto final, classificatório e que não leva o aluno à uma reflexão. Mas, acredito que, os maiores “culpados” são os próprios professores que, por falta de uma formação continuada, ainda elaboram provas assim.

  16. 16

    david P. da Silva disse,

    oi achei legal continua asim

  17. 17

    david P. da Silva disse,

    primeiramente eu lhe dou parabéns pelo seu trabalho espero que continue assim.

  18. 18

    Francinildo Alves de Souza disse,

    Fico muito feliz em estar sendo avaliado todos os dias por vocês Professores. Vocês sâo muito legais.

  19. 19

    Ir. Maria disse,

    Parabéns meninas pelo blog e também pelo video que é sensacional, ele precisa ter uma divulgação maior pelo assunto que é e esse conteúdo nenhuma universidade tem igual.
    Olá profª, assisti sua entrevista mais antiga onde fala da mudança do ensino fundamental para 9 anos a senhora foi brilhante na entrevista sempre se baseando na Ligislação, também não deixando de ressaltar a entrevista sobre avaliação que foi muito boa, realmente esse assunto é muito abrangente, mas a senhora dominoucom muita precisão e focou bem o que queria passar para o telespectador entender bem o que é avaliação. Gostei muito da entrevistadora quando aborda a definição entre PROVA e AVALIAÇÃO, foi muito boa olhe parabéns.
    Beijos Ir. Maria.

  20. 20

    DIVA RODRIGUES CORDEIRO - RA 974110949 disse,

    Professora Dinéia

    Um ponto da entrevista que chamou a minha atenção foi adequação a maneira de avaliar os alunos do EJA com a implementação do portfolio como prática avaliativa. A coragem da professora motivada pela necessidade de oferecer ao aluno idoso a tranqüilidade necessária para o seu crescimento intelectual e porque não dizer à realização do sonho de aprender. Esse ato de coragem, por certo, muito contribuiu para o crescimento deles, tornando-os menos ansiosos. Esse estado de tranqüilidade, sem angustia e sem sofrimento, consequentemente refletiu-se em sua saúde. O que tornou o seu aprendizado mais a realização de um sonho do que um pesadelo.
    Lembrando um trecho do livro Pedagogia da Autonomia de Paulo Freire, o qual nos adverte à necessidade de assumirmos uma postura vigilante contra todas as práticas desumanas. Para tal “o saber-fazer da auto-reflexão crítica e saber-se da sabedoria exercitados, permanentemente, podem nos ajudar a fazer a necessária leitura crítica das verdadeiras causas da degradação humana…” Através dessa leitura, podemos contribuir não só para solucionar problemas menores, mas alcançar soluções que de certa forma contrapõe ao discurso fatalista da globalização. Assim, mediante, essa perspectiva o portfolio por sua base reflexiva e formativa como prática avaliativa, adotado pela professora, para sanar os problemas dessas pessoas, tornou para eles o ato de aprender muito agradável, além de contribuir num acompanhamento contínuo do processo de ensino-aprendizagem direcionando à prática pedagógica. Outros aspectos da prática do potfolio também me chamou a atenção: construção do espírito crítico dos alunos pela auto-avaliação, tornando-os agentes do próprio aprendizado. O que propicia ao aluno a serenidade no processo ensino-aprendizagem.

    LI06A – Turma de 3ª Feira

  21. 21

    prof.Dinéia Hypolitto disse,

    Olá alunos da Pedagogia e Formação de Professores, estou muito satisfeita com os comentários deixados neste blog. Caras Luciana e Ana grata por estarem compartilhando com os alunos da Licenciatura este ~tema , que ainda continua sendo um nó na educação brasileira. Abraços Prof. Dinéia Hypolitto

  22. 22

    prof.Dinéia Hypolitto disse,

    Caros alunos da Pedagogia e Formação de Professores, estou muito satisfeita com os comentários deixados neste blog. Caras Luciana e Ana grata por estarem compartilhando com os alunos da Licenciatura este ~tema , que ainda continua sendo um nó na educação brasileira. Abraços Prof. Dinéia Hypolitto

  23. 23

    anaeluciana disse,

    Olá Professora Dinéia. Parabéns por sua entrevista, que foi de grande importância para minha formação, assim como suas aulas, que tem me levado á grandes reflexões sobre minha prática pedagógica. O tema sobre avaliação é muito polêmico, e o que está faltando para que as mudanças ocorram mais rapidamente é justamente a coragem e ousadia de profissionais ligados á educação dispostos a por a cara a tapa e lutar por elas. As mudanças nesta área é muito lenta, porém se houver acomodação será ainda mais difícil conseguí-las. Sobre o conteudo da entrevista, você sabe que estamos cientes e convictas de tudo que você falou, pois é tudo que aprendemos com você em sala de aula. Um abraço. Ana granado.

    Vou divulgar sua entrevista no nosso blog para que mais pessoas vejam. Vai valer a pena!

  24. 24

    anaeluciana disse,

    Olá Professora Dinéia!
    Estamos orgulhosas em tê-la como a nossa professora, pois temos o que é mais novo em relação a avaliação.
    Você é uma professora antenada, sabe do que é novo e interessante no âmbito da educação! Sempre presente em congressos e eventos para trazer coisas novas aos alunos…
    Agradecemos a sua presença marcante e a sua vontade de levar os seus alunos para o crescimento!!
    Com certeza você será um espelho positivo para muitos dos seus alunos e futuros professores e sem dúvida iremos representá-la com maior orgulho e dedicação!
    Obrigada!!
    Luciana Raspa.

  25. 25

    prof Dinéia Hypolitto disse,

    Querida Luciana grata pelas palavras tão gentis em relação´à minha pessoa enquanto profissional. Fico também muito feliz em tê-la como aluna e professora tão dedicada . O seu trabalho neste Blog está muito bom. Espero que continue com esse comprometimento que lhe é peculiar. Você é linda por dentro e por fora. parabéns! Abraço Carinhoso da Professora Dinéia Hypolitto- Universidade São Judas tadeu- CAAM

  26. 26

    Engenheiro Marcelo Tavares de Santana disse,

    ainda que tarde… gostaria de deixar registrado que senti um descompasso entre a entrevistadora e a entrevistada. Pareceu-me que as perguntas feitas estavam orientadas a uma idéia de avaliação menos avançada que a formação da Profa. Dinéia, pois ela precisa responder conforme as teorias mais modernas a perguntas um tanto conservadoras, perguntas que pareciam ser formuladas para mães e pais acostumados a só ver o boletim das filhas e filhos.

    Gostaria de dar destaque a questão do ‘portfólio’, como forma moderna de fazer avaliação, já trabalhei numa escola de educação democrática que trabalha com isso e, certamente, é muito mais próximo do real aprendizado do educando a qualquer prova-teste.

    Atenciosamente,
    Marcelo Tavares

  27. 27

    Arnaldo de Almeida Santos disse,

    Achei bem construtiva a intrevista da professora Dinéia Hypolitto no que diz respeito da questão avaliação X prova .De fato devemos estimular e introduzir novos métodos de avaliação . O portifolho serviria bem como uma ferramenta que , uma vez postado e cravado todo o esforço ,dominío ,competência do aluno (adquirida enquanto pesquisador ) poderia ser usado com gancho para potencial profissional ganrariar ou pleitear uma oportunidade num mercado de trabalha tão concorrido .É portanto de suma importancia que o professor acompanhe paulatinamente o desempenho do aluno e registrar de maneira plausivel a evolução de suas habilidades e performance . Mas tambem a prova pode ser usado como recurso para verificar e apurar se em alguns aspectos o oluno precisa melhorar .Aspectos estes que não são possíveis analizar com a exclusividade do portifolio ,por este motivo que se coloca a prova como sugestão…
    Parabens !!!!
    Arnaldo de Almeida

  28. 28

    Márcio Luiz Quedinho disse,

    Com o advento do concurso pude ler alguns resumos e livros sobre avaliação, assunto que me interessa muito por ser professor da disciplina de Artes, matéria cuja avaliação é totalmente subjetiva e dependente da percepção do processo e não somente do resultado. Hoje essa avaliação participativa se faz necessária em todas as disciplinas, pois o método tradicionalista já não atende (se é que já atendeu algum dia) a demanda e necessidades da sala de aula.
    A avaliação construtivista se faz lógica e porque não essencial para o processo de ensino e aprendizagem. Como a profª. Dinéia bem pontuou em sua entrevista a avaliação construtivista é formativa, dá mais trabalho ao professor, é reflexiva, mas permite um contato maior e melhor entre alunos e professores proporcionando um ambiente favorável ao ensino de todos, e tentar mudar aos poucos o estigma que a avaliação tem com os alunos e principalmente com os pais de ser um castigo ou causa de medo.
    Temos de buscar o entendimento de que a avaliação é parte do processo escolar e nem por isso tem de ser dolorosa ou sofrida mas, assim como o processo de aprender e ensinar, tem de ser reflexiva e agradável.

  29. 29

    profWanderley de Neves disse,

    Olá prof. Luciana e Ana conheci o seu blog por meio do site da Prof. Dinéia. Em primeiro lugar gostaria de parabeniza-las , pois os posts do blog são de boa qualidade.Assisti a entrevista e fiquei muito curioso com a utilização do Portfólio em sala de aula. Concordo que atualmente os professores deveriam substituir a avaliação voltada apenas para a aprovação e reprovação pelo paradigma que busca a avaliação formativa, pois a mesma tem como foco não apenas o aluno mas também o professor e a escola. Fico feliz em saber que alguns professores tem defendido a avaliação formativa, promovendo dessa maneira a inclusão e não a exclusão.Abraços Prof. Wanderley de O. neves

  30. 30

    Prof. Dineia Hypolitto disse,

    Caras alunas Ana e Luciana foi muito bom terem trocado experiências com os meus alunos do curso de Liceciatura. Os comentários sobre a avaliação só puderam enriquecer mais a prática de todos vocês. Valeu o intercâmbio virtual. Abraços. prof. DinéiaHypolitto.

  31. 31

    Luciana disse,

    Olá
    Tomei ciência deste site por acaso enquanto procurava me aprofundar na questão da avaliação.
    Quero de ante mão agradecer pois foi muito apreciado pela minha equipe pedagogica o horoscopo na avaliação.
    Quero fazerum pedido gostaria de passar na minha reunião o video mas não está conectando.
    Me ajudem
    Obrigada Coordenadora Pedagogica Luciana Marques

  32. 32

    Luciana disse,

    Por favor gostaria muito de ver o video e não consigo!!!!
    Me ajudem
    Luciana

  33. 33

    marisa trindade baia disse,

    Olá professoras como aluna da rede Estadual tive a curiosidade de conhecer o trabalho de vocês duas,e gostei muito do desenvolvimento de vocês não sou ainda professora mais eu pretendo ser e breve o trabalho que vocês estão fazendo está beneficiando muitas pessoas que tem curiosidade de conhecer coisas novas.Não tenho muitas experiencia na area pois curso o 2º ano do ensino médio.Mas saiba de uma coisa vocês vão longe com todo esse talento de vocês.
    Beijos e muito obrigado!parabéns.


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: